sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Disco: The New Latinaires Vol 3 (Ubiquity, 2000)

Que disco fabuloso! Representativo da época em que foi editado, pois o final dos anos 90 foi marcado por álbuns de originais ou compilações de remisturas fortemente inspirados na música brasileira, não só na bossa nova como também no samba. A inspiração, no caso desta terceira e última compilação da série The New Latinaires, vem do Brasil mas também da música afro-cubana. O disco foi crescendo à medida que ouvia uma e outra vez.  Em qualquer dos casos, todos os temas são muito bons. 
Os momentos altos do disco são o clássico Casa Forte de Edu Lobo, na versão dos Snowboy remisturada por Pathless; Batunova Scat, dos The Amalgamation of Soundz; e o hipnótico Bronx Blue de Dave Pike. 5/5
1-Oya Ye Ye - Snowboy (UFO's universo mix)
2-Batunova Scat - The Amalgamation of Soundz
3-Espacio - Quorum
4-Domingo - Locqate
5-Terra del Fuego - Viper Squad
6-Casa Forte - Snowboy (Pathless remix)
7-Bronx Blue - Dave Pike (Future Life remix)
8-Jazzlatinlectrofuzion - Tempo 2
9-Tania's Dancing Alone - Watershin

domingo, 28 de agosto de 2016

Leitura: História de Canções - Toquinho (2010)

História de Canções é uma série de livros sobre a história de canções famosas do cancioneiro brasileiro. O primeiro volume é dedicado a Chico Buarque e obteve um êxito notável tendo assegurado a continuidade da série. Li parte do volume dedicado a Toquinho e fiquei encantado com as vantagens desta série. A obra acaba por ser consideravelmente biográfica pois as canções são fruto das circunstâncias da vida de Toquinho e das suas famosas parcerias. Com Vinícius de Moraes, por exemplo, compôs dezenas de clássicos e vários álbuns. O livro apresenta cronologicamente os seus álbuns e conta a história das canções que mais se destacaram em cada um. Pode e deve ser encarado como um livro de consulta, de leitura não linear, feita ao sabor da audição aleatória dos discos ou das canções. Muito bom. Salvador da Bahia 4/5

sábado, 27 de agosto de 2016

Disco: Boss-a-troniq (Warner, 2000)

Um excelente álbum de bossa contemporâna. 
1. Hi Fi Trumpet (Boyz From Brazil Remix) - Stereo Action Unl   
2. Boss On The Boat - Tosca   
3. Bossa 911 - Bahia Patrol   
4. Technova (La Em Copacabana) - Towa Tei   
5. Ainda Sonhar - S Tone Inc   
6. Monticello (Brazil Club Mix) - Fon Kin   
7. Love Beat (Fez Mix) - Yoshinori Sunahara   
8. Bossa Per Due - Nicola Conte   
9. Plis Infini Nr 2 (Rainer Truby Trio Remix) - Frederic Gallia   
10. Carajillo - Truby Trio   
11. Catalpa - Beanfield   
12. Brother (Bougie Soliterre Main Vocal Mix) - Victor Davies   
13. Dusk, You And Me - Groove Armada   
14. I Must Confess - Everything But The Girl

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Disco: Time and Tide (Basia, 1987)

Basia é uma cantora e compositora polaca que integrou os Matt Bianco e iniciou a carreira a solo com o LP Time and Tide (1987). A bossa nova é umas suas principais paixões e influências. O tema que abre este álbum, Promises, e o oitavo tema, Astrud, propõem uma pop contaminada pela bossa nova. Astrud é uma homenagem a Astrud Gilberto. 4/5   

Disco: Intuit (Compost, 2004)

Da editora alemã Compost Records, um álbum com duas músicas soberbas de inspiração brasileira: Criança das Ondas (com Flora Purim & Airto) e O Preguiçoso. 5/5

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Disco: Antes do Mundo Acabar (Zélia Duncan, 2015)

O álbum de estúdio de 2015 de Zélia Duncan é pouco menos que perfeito. Zélia apresenta uma série de sambas compostos por ela com vários parceiros ou de autoria alheia. E interpreta-os como a excelente cantora de MPB fortemente influenciada pela pop que ela se tornou. É difícil eleger um tema melhor do que os outros mas gosto muito de ouvi-la cantar um sucesso de Zeca Pagodinho, Vida da Minha Vida. 5/5

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Disco: The Adventurers (1970)

Antônio Carlos Jobim assinou a banda sonora do filme The Adventurers (1970), realizado e produzido por Lewis Gibert. Título do álbum: Harold Robbins Presents The Music Of Antonio Carlos Jobim: Music From "The Adventurers". Com Ray Brown Orchestra e arranjos de Quincy Jones. Uma preciosidade.
Side 1: 1.Polo Pony / 2.Go Down Dying / 3.El Lobo's March / 4.Wishful Thinking 5.Gentle Lover Side 2: 1.Coming And Going / 2.Fat Cat Strut / 3.Children's Games / 4.Love Theme From "The Adventurers"